Domingo, 3 de Junho de 2007
“Serial killer" começa a ser julgado amanhã

O ex-cabo da GNR de Santa Comba Dão, acusado do homicídio de três jovens, começa a ser julgado amanhã no Tribunal da Figueira da Foz, incorrendo na pena máxima de 25 anos.

 

O antigo militar é acusado de ter cometido 10 crimes, três de homicídio qualificado, três de ocultação de cadáver, um de profanação de cadáver, dois de coacção sexual na forma tentada e um de denúncia caluniosa.

 

Detido preventivamente desde Junho do ano passado, residia em Cabecinha de Rei, no concelho de Santa Comba Dão, próximo das três jovens assassinadas: Isabel Isidoro e Joana Oliveira, ambas de 18 anos, e Mariana Lourenço, de 19 anos.

 

Isabel Isidoro terá sido a primeira vítima, tendo desaparecido a 24 de Maio de 2005. O cadáver foi encontrado a 31 de Maio de 2005.

 

O corpo de Mariana Lourenço - a segunda jovem a desaparecer, em Outubro de 2005 - foi encontrado no rio Mondego: uma parte a 01 de Junho de 2006 e as pernas a 28 do mesmo mês.

 

Joana Oliveira foi a última das jovens a desaparecer, a 08 de Maio de 2006. O seu corpo foi encontrado a 24 de Junho, igualmente no rio Mondego.



publicado por infoviseu às 23:13
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13

15
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Últimas

Exposição de fotografia e...

Autarquia DE VOUZELA abre...

Sistema inovador para eli...

Mulher encontrada morta a...

Dínamo organiza os 12ºs C...

Protocolos da Segurança S...

Acção de Especialização T...

Geminação Rio Sul - Viseu...

Comboio turístico volta a...

Encontro Nacional de Mini...

Arquivo

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

todas as tags

Sobre a Jornalista
links
blogs SAPO
subscrever feeds